ALDACTONE 25mg

ALDACTONE 25mg

ALDACTONE 25mg: 60 comprimidos cada contém 25 mg de espironolactona.

ALDACTONE promove diurese em pacientes com edema ou ascite. ALDACTONE atua na porção distal do túbulo renal por inibição competitiva da aldosterona, um hormônio retentor de sódio e excretor de potássio.

13,00 €
Sem IVA

 

LDACTONE® 25 COMPRIMIDOS

STATUS DE AGENDAMENTO:
S3

NOME PROPRIETÁRIO
(e forma de dosagem):

ALDACTONE® 25 COMPRIMIDOS

COMPOSIÇÃO:
ALDACTONE 25: Cada comprimido contém 25 mg de espironolactona

CLASSIFICAÇÃO FARMACOLÓGICA:
A18.1 Diuréticos

AÇÃO FARMACOLÓGICA:
ALDACTONE promove diurese em pacientes com edema ou ascite. ALDACTONE atua na porção distal do túbulo renal por inibição competitiva da aldosterona, um hormônio retentor de sódio e excretor de potássio.

INDICAÇÕES:
Insuficiência cardíaca congestiva, cirrose hepática com ascite e edema, síndrome nefrótica, edema idiopático incluindo edema pré-menstrual, ascite maligna, hipertensão essencial, tratamento pré-operatório de aldosteronismo primário, tratamento a longo prazo de aldosteronismo primário quando o paciente não pode ou não quer submetidos à cirurgia, como auxílio ao diagnóstico de excesso de mineralocorticóides, incluindo aldosteronismo primário.

CONTRA-INDICAÇÕES:
ALDACTONE não deve ser administrado em casos de insuficiência renal aguda, insuficiência renal de progressão rápida, anúria ou hipercalemia.

AVISOS:
A administração não é recomendada na presença de potássio sérico elevado e o uso concomitante de triantereno ou amilorida deve ser evitado, pois pode ser induzida hipercalemia. O uso de suplementos de potássio também não é recomendado pelo mesmo motivo, exceto em casos de depleção inicial de potássio.

DOSAGEM E MODO DE USAR:
Adultos: - Insuficiência cardíaca congestiva, cirrose hepática com ascite e edema, edema idiopático incluindo edema pré-menstrual, síndrome nefrótica, ascite maligna. A dosagem usual é de 100 a 200 mg/dia (geralmente associada a um diurético convencional).
Hipertensão essencial, a dosagem usual é de 100 mg/dia. Uma dosagem mais alta pode ser usada se necessário. Aldosteronismo primário e outras formas de hipertensão associadas à baixa renina plasmática.
a) Manejo pré-operatório
100 - 400 mg/dia por 3 - 5 semanas antes da operação.
b) Gestão de longo prazo
Quando a correção cirúrgica do aldosteronismo primário não é desejável, ou possível, 200 - 400 mg/dia frequentemente normalizam a pressão arterial e as anormalidades eletrolíticas. Deve ser usada a menor dose que atinge o efeito desejado.
c) Triagem para excesso de mineralocorticóides incluindo aldosteronismo primário.
O excesso de mineralocorticóides pode ser detectado usando 300 - 400 mg por dia em doses divididas em conjunto com diálise fecal in vivo ou medições de potencial elétrico retal. Testes baseados em alterações no potássio sérico, potássio sérico e urinário também foram descritos.
Crianças:- A dose recomendada é de 3 mg/kg de peso corporal por dia.
ALDACTONE é insolúvel em água, mas os comprimidos podem ser esmagados e administrados em suspensão, se necessário.

EFEITOS COLATERAIS E PRECAUÇÕES ESPECIAIS:
Foram observadas intolerância gastrointestinal, sonolência e confusão mental. Pode ocorrer ginecomastia reversível unilateral ou bilateral. Foi relatada uma erupção cutânea maculopapular ou eritematosa. Houve relatos raros de androgenicidade leve, hirsutismo e irregularidade menstrual.
Pode ocorrer hiponatremia, especialmente com tratamento intenso em combinação com diuréticos convencionais.
Ocorre potencialização da ação de outros medicamentos anti-hipertensivos.
Deve-se ter cuidado na presença de doença hepática, pois o coma hepático pode ser precipitado em indivíduos suscetíveis. Como em todas as terapias diuréticas, a estimativa periódica dos eletrólitos séricos pode ser desejável.

SINTOMAS CONHECIDOS DE SOBREDOSAGEM E INDICAÇÕES DE SEU TRATAMENTO:
Efeitos tóxicos verdadeiros não foram relatados em superdosagem. A hipercalemia pode se manifestar clinicamente por parestesia, fraqueza, paralisia flácida ou espasmo muscular, e pode ser difícil distinguir clinicamente da hipocalemia.
As alterações eletrocardiográficas dão as primeiras indicações de níveis séricos de potássio patologicamente alterados. Em caso de hipercalemia, descontinuar o medicamento, reduzir a ingestão de potássio e administrar diuréticos excretores de potássio e glicose intravenosa com insulina ou resina de troca iônica oral, conforme apropriado.


APRESENTAÇÃO:
ALDACTONE 25mg: Contém 60 comprimidos.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO:
Armazenar em local seco abaixo de 25°C. Mantenha fora do alcance de crianças.

ALDACTONE-25

Este site usa cookies para analisar e melhorar os serviços.
Ao navegar neste site, aceita a sua utilização.